O Facebook lançou o recurso de Fan Pages em meados de 2007.

Desde então, ocorre muita confusão no que diz respeito à página adequada para as empresas.
Você provavelmente deve estar se perguntando: Será melhor promover minha marca através de uma Fan Page ou posso continuar usando o perfil?

Primeiramente, sei que pela afinidade com o uso do perfil você optaria por ele, e que provavelmente tem entre a sua rede de amigos algumas empresas.

Mas vamos lá tentar decifrar a importância de saber diferenciar a utilidade dos dois

  • Uma Fan Page, ou
  • Um perfil.

Para se promover no Facebook.

Infelizmente, muitas empresas optaram # 2 – um perfil =/

Na verdade, eu estou apostando que você – sim, você – têm pelo menos 5 a 10 Facebook “amigos” que são realmente as empresas, não pessoas.

Eu sei, eu também tenho.

Então, vamos tentar decifrar alguns mistérios aqui.

Se eu sou proprietário de uma empresa, o que devo usar – um perfil ou uma página?

Esperamos que a resposta a esta pergunta seja clara depois que você entenda os seguintes tópicos:

  • as diferenças entre perfis e páginas;
  • os Prós e contras do uso de cada para os negócios;
  • se você deve converter seu perfil para uma página;
  • como realmente convertê-lo;
  • como outros usuários do Facebook podem denunciar o seu perfil – se ele está sendo usado principalmente para negócios.

Então, vamos começar.

Perfil ou Fan Page: Qual é a diferença?

Para cada pessoa no Facebook – cada vida, respiração ser humano – é permitido ter um perfil.

Com um perfil você pode:

  • acessar a maior rede social na internet através de uma conta com informações de login;
  • ter um única “Timeline pessoal”;
  • gerenciar várias páginas, Apps, contas Ad etc. dentro do Facebook.

Seu perfil é uma espécie de passaporte web, é quem você é on-line … de acordo com o Facebook, pelo menos.

E é por esta razão que o Facebook permite que você só para ter um.

Veja como Facebook descreve as diferentes funções dos perfis e páginas:

Perfil Facebook:

  • Para uso pessoal e não-comercial;
  • Representa uma pessoa individual;
  • Pode ser seguido – para ver as atualizações públicas no News Feed

Páginas do Facebook:

  • Semelhante aos perfis, mas oferece ferramentas de análise e mensuração;
  • Gerida por administradores que têm perfis – Não existe login para a uma fanpage;
  • Os chamados insights ajudam os administradores a entender como as pessoas estão interagindo com a página;
  • Pode ser “curtida”, o que permite ao usuário visualizar as publicações da página em seu próprio feed de notícias.

perfi-fanpage

E aí, quais os prós e contras de cada uma?

Otimização:

Os perfis são otimizados para pessoas individuais para se conectar e interagir com amigos e seguidores
As páginas são otimizados para artistas, empresas e marcas para mostrar seu trabalho e interagir com os fãs

Conexões:

  • Os perfis podem ter um máximo de 5.000 amigos e um número ilimitado de seguidores;
  • As páginas podem ter um número ilimitado de fãs.

Mensagens:

  • Os perfis podem enviar mensagens privadas ilimitadas para “amigos”;
  • As páginas podem enviar mensagens privadas para os fãs – mas só depois do fã enviar a primeira mensagem.

Limites:

  • Os perfis são limitados a uma por pessoa;
  • Páginas são ilimitadas – você pode ser admin de quantas páginas como você quer.

Apps:

  • Perfis não podem usar aplicativos;
  • Páginas vêm pré-instaladas com funcionalidades personalizadas de acordo com sua categoria – os desenvolvedores também podem construir uma enorme variedade de aplicativos para administradores instalarem em suas páginas.

Captura de Lead:

  • Perfis não permitem que aplicativos para captura de leads;
  • Páginas permitem que você crie aplicativos personalizados para captar e-mails e usá-los fora do Facebook.

Check-ins:

  • Os perfis podem ser marcados (por amigos), mas não em check-in. Como as pessoas vão mostrar para os amigos que estão em sua empresa?
  • As páginas podem ser configuradas para (se uma empresa local) – alertar os amigos da pessoa que fez check-in onde ele está (seu local).

Anúncios do Facebook:

  • Os perfis não podem patrocinar de forma massiva suas publicações ;
  • As páginas podem publicar anúncios segmentados para obter o tráfego ao site, e-mails, curtidas, etc.

Publicar Programação:

  • Perfis não podem agendar posts (a menos que você está usando um aplicativo ou site externo como o Hootsuite, é claro);
  • As páginas podem agendar posts sem limites de quantidade e horários dentro do próprio Facebook.

Relatórios:

  • Perfis não têm acesso a estatísticas sobre mensagens, melhores posts, dados demográficos, alcance, etc;
  • As páginas têm acesso a uma enorme variedade de estatísticas para medir o sucesso das ações.

Resumindo, as Páginas no Facebook têm funcionalidades muito mais comerciais do que de os perfis. O que faz sentido, uma vez que o Facebook afirma explicitamente que perfis não devem ser utilizados “principalmente” para fins comerciais:

Dando uma rápida olhada nos Termos de Serviço da maior rede social deste lado do planeta:

  • 4.4 Você não usará sua linha do tempo pessoal para seu próprio ganho comercial. Para tais fins, use as Páginas do Facebook.

… se você é um artista, fotógrafo, freelancer, etc., então talvez o seu perfil esteja atendendo às suas necessidades comerciais muito bem.

Nesse caso, é um erro continuar usando o seu perfil para fins comerciais?

Em uma palavra, sim!

É um erro porque você está violando Termos de Serviço do Facebook – e, eventualmente, mais cedo ou mais tarde, você será expulso da rede.

Espero que você tenha conseguido visualizar as principais diferenças perfil no Facebook ou Fan Page. Se você tiver alguma dúvida, por favor, comente aí e vamos continuar a conversa.

Quer receber dicas como essa semanalmente no seu e-mail? Clique aqui.

Facebook Comments