O Despertar da Força com certeza seu lado empreendedor aparecer fará.

Estamos chegando no final de 2015 e o melhor, estamos chegando na estreia do tão aguardado Episódio 7 de Star Wars. Talvez mais aguardado (por alguns) que a renúncia da presidente ou o mais novo hit do Latino.

Não me considero o fã número um da sextologia, mas negar a grandeza e importância dos filmes para a indústria cinematográfica e cultura pop chega a beirar a heresia. Muitos podem dizer que existe um “Q” de infantilidade, de simplicidade no núcleo real da trama; afinal tudo se resume a uma briga de família e disputas por poder, certo?

Mas empreendedor atento não deixa passar nada sem tirar uma lição disso tudo. E é para isso que estamos aqui.

Passei o final de semana “de molho” vendo todos os 6 filmes na sequência certa (IV, V, I, II, III e VI) para analisar (e me divertir, claro) quais lições podemos tirar de Star Wars para aplicar a nossa vida empreendedora; vamos lá?

Uma equipe de confiança é chave para o sucesso

Eu adoraria ter um Chewbacca na minha equipe – fiel, forte e felpudo. ¯\_(ツ)_/¯

E quem não quer um Jedi, uma princesa, e um pequeno robô parrudinho e bonito a seu lado? Mas, falando sério, quando o assunto é empreender o componente mais importante do sucesso é uma grande equipe – unida, que brigue pela mesma causa e que esteja sempre pronta para grandes desafios.

Mas não aconselho chamar o Jar Jar Binks para ser seu orador =/

Uma pessoa sozinha não consegue destruir nenhum império do mal, é sempre uma equipe quem ganha – vale até ser uma equipe que começou pequena e desconexa com membros que muitas vezes têm talentos complementares, e que juntos são fundamentais para o sucesso da empreitada.

Aproveite o seu poder de autoestima e acredite no que está fazendo

Falando por experiência própria, posso te dizer que as dificuldades de empreender são uma parte valiosa do empreendedorismo. Elas ocupam a sua mente a ponto de você perder o sono. E, de repente, quando você acha que está sem saída… PÁ! A solução surge de alguma forma. Você empresário sabe do que estou falando.

Na realidade, o seu maior obstáculo pode ser a sua mente. E como diria o Mestre Yoda

“O lado negro mancha tudo. Impossível de ver o futuro é.”

Como um bom Jedi você deve confiar em seus instintos sem deixar a lógica de lado (plano de negócios, modelagem, documentação, estudo de caso e de mercado etc.). Em casos de desespero, manter a calma e confiar em si mesmo é a melhor forma de encarar seus problemas.

Tenha seu próprio Yoda

Às vezes, introspecção e autoconhecimento não é suficiente para que você passe por uma fase difícil. Aí é que a presença de um mentor pode ser inestimável.

Encontre o seu Yoda. Bom, o seu mentor pode não ser tão verde ou falar de trás para frente, mas já está valendo. Luke teve dois: Obi-Wan e Yoda.

Obi-Wan já estava cuidando do jovem Skywalker, mas Luke procurou Yoda para alcançar seu pleno potencial. No fundo, até mesmo o seu “eu” egocêntrico sabia que ele ia precisar de ajuda de alguém que tinha lidado com o lado escuro antes.

Finalizando, não procuro conforto em um mentor que apenas te envie mensagens motivacionais. Encontre um mentor que seja (ou tenha sido) empreendedor no mesmo campo de atuação do seu negócio. E acredite, o sucesso é tão gratificante para ele quanto será para você.

Por hoje é só. Agora gostaria de ler o que você tem a dizer: será que ainda dá para aprender mais lições de empreendedorismo assistindo Star Wars? Quais?

Facebook Comments