Indicadores financeiros para análise de investimento

Com certeza você já deve ter se deparado com um sentimento de incerteza ao abrir uma empresa ou investir em uma. Entretanto o receio de investir em um negócio é totalmente normal, isso apenas demonstra o quão sensato você é, afinal você está lidando com uma situação na qual você pode perder dinheiro caso os ativos do negócio não oferecerem um desempenho desejado.
Uma das formas para diminuir essa incerteza é realizar uma análise de investimento. Para uma análise eficaz é preciso adotar certos critérios para analisar o desempenho futuro projetado do negócio fundamentado em projeções corretas. Indicadores adequados devem permitir à você a realizar a tomada de decisão sobre levantar ou não o seu negócio. E para ajudar na sua jornada eu separei 4 indicadores mais utilizados na análise de investimento.
Preparado?

VPL – Valor Presente Líquido

 Esse é o indicador mais utilizado em análise de investimentos, por isso eu fiz questão de colocá-lo em primeiro. O VPL (Valor Presente Líquido) ou NPV (Net Present Value), é utilizado para calcular o valor presente de uma série de pagamentos futuros descontando uma taxa de custo de capital estipulada.
Ou seja, ele é responsável por medir o lucro em termos absolutos em um determinado período.
Ele existe, pois, naturalmente, o dinheiro que vamos receber no futuro não vale a mesma coisa que o dinheiro no tempo presente. Isso pode parecer um pouco abstrato, mas não é. Basta se perguntar: 100 reais de hoje terá o mesmo valor no ano que vem? Provavelmente não. Isso acontece, pela mesma maneira que existe o próprio juros, a incerteza do amanhã. O dinheiro no futuro vale menos, justamente por não termos certeza de que vamos recebê-lo.
     Para realizar o cálculo, você pode utilizar esta fórmula:
 FC representa os fluxos de caixa líquido projetado de cada período (ou retorno esperado) e i representa a taxa de desconto ou de atratividade do projeto, responsável por trazer o valor para o presente. Precisa calcular o VPL, mas não tem calculadora?
No Excel você pode usar a fórmula VPL() ou, se quiser algo bem prático, você pode clicar neste link!!
 Na teoria, o investimento deve ser aceito quando o VPL for nulo ou positivo, caso contrário deverá ser rejeitado. Porém na prática se você obter um VPL bem pequeno, você poderá recusá-lo (mesmo sendo positivo) haja vista que não valeria a pena todo o esforço em levantar seu empreendimento para receber uma pequena quantia no futuro.
 

Payback

 

Payback simples

 Em inglês, Payback quer dizer pagar de volta. Esse indicador demonstra o tempo necessário para a recuperação do investimento. Sabe aquela pergunta “quanto tempo esse projeto demora para se pagar?” que você sempre se faz? O payback lhe trás a resposta.
Essa medida pode ser obtida simplesmente contando quantos períodos o projeto necessita para acumular um retorno igual ao do investimento realizado. Para realizar este cálculo, você precisa ter premissas de venda bem estabelecidas, e consequentemente um fluxo de caixa projetado mais factível. No fluxo de caixa, contabilizando o valor do investimento no período 0, você poderá analisar quando o valor passa de negativo para o positivo.
Payback descontado
 Você conseguiu perceber uma desvantagem evidente do payback simples? Sim, ele não considera o valor do dinheiro no tempo. Enquanto que o payback simples se baseia na soma aritmética dos fluxos de caixa, o descontado se embasa na soma dos valores presentes dos fluxos de caixa. Para isso, o Payback descontado utiliza uma taxa para cada período, geralmente a TMA (Taxa Mínima de Atratividade), que também é utilizado no VPL.
TIR (Taxa Interna de Retorno)

 Outro método utilizado na análise de investimentos é o TIR (Taxa Interna de Retorno). Antes de explicar o conceito técnico, você tem que entender que a taxa interna de retorno vai lhe demonstrar um percentual de rentabilidade do projeto que está sendo analisado. Ou seja, se a TIR corresponder a 30% por ano, isso significa que o retorno anual é de 30%. Em outras palavras, a cada um real investido por ano, o retorno será de 30 centavos.

Nem preciso falar que quanto maior a TIR, mais lucrativo é o seu negócio.

Agora se liga no conceito: “A taxa interna de retorno é a taxa de desconto que faz com que o a soma dos fluxos das entradas seja igual ao das saídas”. Isso significa que, para calcular a TIR, você deve checar qual é a taxa percentual quando o VPL for igual a zero. Com essa informação, podemos deduzir que a “fórmula” da TIR é essa:
     Impossível calcular na mão né? Fique tranquilo, pois no Excel você pode utilizar a fórmula TIR () ou você pode realizar o cálculo da taxa por este link:
  Vale ressaltar que para uma análise coerente de investimento, é preciso realizar um fluxo de caixa projetado bem próximo da realidade, e a partir disso utilizar vários indicadores financeiros. Esses 4 métodos são os principais indicadores para análise de investimento, porém não são únicos. Além desses também existe os índices de lucratividade e rentabilidade que serão abordados no meu próximo post. Então fiquem de olho!!
Qualquer dúvida, escreva um comentário abaixo ou entre em contato com a VINDI.

Facebook Comments

One thought on “Indicadores financeiros para análise de investimento

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *