5 dicas sobre formatos de arquivo que você já deveria ter entendido

Vai mandar um arquivo para a gráfica? Enviar o logo para o designer? Ou vai “upar” uma imagem em um site?
Essas são perguntas que contextualizam a famosa dúvida que sempre surge entre nós, meros mortais: qual formato de arquivo devo usar?
Acalmem seus corações, pequenos padawans, vamos por partes:

Keep calm

Formatos de arquivo: um guia prático

  1. BMP (Bitmap)
    Formado por pequenos quadradinhos chamados de pixels, esse tipo de formato pode ser utilizado tanto para imagens quanto para gráficos.

    Um bitmap camarada bem aqui
    Mas olhe só, tudo pixel, pae

    No entanto, contenha sua emoção que a informação é pesada: quanto maior a resolução, maior a quantidade de pixels e, consequentemente, maior o tamanho do arquivo. Ou seja, infelizmente, a transferência de BMP pela internet é restrita.

  2. JPEG
    Antes de mais nada: JPG ou JPEG? Meus caros, o arquivo é o mesmo, uns ainda arriscam em dizer que JPEG tem sua origem em sistemas iOS e o JPG em Windows. Mas Para que o estresse se ambos funcionam da mesma forma, não é mesmo? Então, seguimos.
    O formato JPEG é bastante popular, chegando a ser padrão em redes sociais. A diferença entre essa extensão e o BMP é que, ao contrário do pesadão aí, o JPEG salva as imagens em blocos de pixels, ou seja, vários pixels combinados — e não pixel por pixel como o formato anterior. Isso facilita muito a compressão do arquivo, poupando no armazenamento e mantendo uma boa resolução da imagem.

    Sendo fabulous
    Superioridade do JPEG passando

    Porém, deve-se evitar salvar JPEG de um JPEG pois, a cada compressão, a perda de qualidade da imagem é inevitável.
    Além do seu uso em fotografias, esse formato é muito utilizado para impressão também mas, atente-se ao parágrafo anterior e utilize JPEG em alta resolução para esse fim, ok?

    Ok.

  3. GIF
    Quem nunca viu um GIF que atire a primeira pedra! Esse formato animador de JPEGs é de 8-bit — o que reduz a qualidade da imagem pela perda de cores — mas o que é uma perda de resolução perto de GIFs maravilhosos como esse:Catioro dando tchau
  4. PGN
    O PNG é o queridinho quando se pensa em imagens para a internet. Com formato de 24-bit, ele apresenta um arquivo de boa resolução suportando transparências e até mesmo animação, assim como o GIF.
    Vai utilizar ele para impressão? Claro que não! Apesar da qualidade, o PNG é um arquivo de web de 72ppi (Pixel Per Inch), para imprimir você deve, no mínimo, utilizar arquivos de 300dpi (Dot Per Inch). Imprimir PNG é cilada, bino!

    Eu já te avisei
    PNG em papelaria?
  5. Vetor

 

Meus caros, chegamos na realeza. Vetor não é formato de arquivo mas pode ser encontrado em extensões como EPS e SVG ou programas como Ai (Adobe Illustrator) ou CDR (CorelDraw).

Respondendo a uma das perguntas do início desse texto, vai enviar o logo em qual formato para o designer? Em vetor, vacilão! Nada de jpeg, word ou qualquer outro formato que não seja vetorizado, essas extensões comprometem seriamente a qualidade do arquivo final.

Conan não sabendo se conter
Quando o designer recebe o logo em vetor

O vetor é relacionado ao universo dos gráficos e é o “amorzinho” pois pode ser expandido e trabalhado de maneira ilimitada. Por ser feito de traços vetoriais que, na verdade são expressões matemáticas, esse formato permite alta resolução e uma gama enorme de possibilidades para manipulação sem distorções na qualidade — deixando os pixels no chinelo.

Esses, meus caríssimos, são os formatos que comumente encontramos pela web. A escolha do formato de arquivo depende extremamente da sua finalidade, então, antes de iniciar um projeto, defina se ele vai ser direcionado para web ou se vai ser impresso e, tenha isso sempre em mente até o momento que você for exporta-lo. Calma e cuidado nessa hora que tudo vai dar certo.
Para te ajudar mais ainda, clica aqui para saber sobre CMYK e RGB, os modos de cor que têm relação direta com a seleção do formato certo.
Até uma próxima!

Facebook Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *