Estamos fechando!

Você já percebeu que o assunto é sério. Estamos falando sobre fechar as portas

Se você ainda não entendeu, dá uma olhada no seu calendário

E aí, já viu né? É 1° de Abril, o famoso dia da mentira 😉

Relaxa que isso está longe de ser um anúncio de falecimento.

Mas falando nisso, é preocupante o número crescente de empresas que estão fechando as portas. Será que você tem se preocupado com os fatores que podem afetar negativamente o seu negócio? O assunto merece a nossa atenção, principalmente com o atual cenário econômico do país.

De acordo com o IBGE, a cada dez empresas, seis não sobrevivem após cinco anos de atividade. Vamos falar sobre a taxa de mortalidade dos negócios.

É meus amigos, a regra é falir!

(mas dessa regra devemos manter distância)

 

VAMOS AOS MOTIVOS…

Mas por que tantas empresas fecham as portas? Os motivos são inúmeros e variam de acordo com diversos fatores, vou pontuar para você alguns dos principais motivos

 

Ideia é diferente de oportunidade

Atrás de uma oportunidade tem sempre uma ideia, mas nem toda ideia é necessariamente uma boa oportunidade

Pera, o que?

Vamos as diferenças

Uma ideia em si é estática e não possui valor em termos práticos, já uma oportunidade de mercado gera valor para o cliente, isso significa resolver um problema ou atender uma necessidade a qual ele está disposto a pagar. Isso gera a viabilização do negócio. Então uma das primeiras perguntas que o empreendedor deve fazer ao abrir uma empresa é: será que a minha ideia realmente atende uma real necessidade do mercado?

Confundir ideia com oportunidade é uma das grandes causas do insucesso. Para abrir um negócio, uma ideia deve encontrar-se com uma necessidade de consumo e um mercado disposto a comprar essa ideia. O empreendedor que conseguir visualizar e desenvolver estratégias para a sua ideia está preparando um terreno fértil para uma oportunidade, e nesse ponto uma visão diferenciada é indispensável.

Para saber mais sobre o assunto e garantir maior segurança na hora de colocar em prática a sua ideia acesse este link.

E não esqueça, a diferença entre ideia e oportunidade é a viabilidade!

 

Foco no plano de negócios

Ter uma ideia que possui relevância para os consumidores é incrível e digna de um visionário, mas o que deve ser feito a partir daí?

Qualquer atividade desempenhada sem um planejamento prévio estará à mercê do acaso, e se caso der certo é sorte. Mas no mundo empresarial contar com a sorte é um risco que não vale a pena.

Para introduzir de fato uma empresa no mercado é preciso saber de que forma esse produto ou serviço deve ser inserido, e elaborar um bom plano de negócios é essencial nesta etapa, assim é possível garantir um planejamento a longo prazo.

Um plano de negócios contém os objetivos empresariais e a descrição dos passos que devem ser dados para alcançar esses objetivos, permitindo assim minimizar os efeitos de ameaças do ambiente empresarial, facilitando a análise do cenário interno e externo do mercado.

É necessário criar cenários pessimistas, otimistas e realistas para que seja possível tomar decisões futuras com precisão e eficácia.

E para dar a devida importância ao assunto, separei outra matéria sobre planejamento estratégico para você, é só clicar aqui.

 

Estudar o mercado

É necessário conhecer o ambiente em que se deseja atuar! Qual é o segmento do negócio? Quais são as tendências nesta área? Como o público deste segmento se comporta? E a concorrência? Estas perguntas devem ser respondidas através de análises profundas e fundamentadas.

Engana-se quem acha que o mercado só se estuda uma vez. Manter-se atualizado é uma das chaves para o sucesso, afinal, a sociedade e a cultura são dinâmicas, e os consumidores precisam ser constantemente desvendados.

Muitos empreendedores desejam iniciar suas atividades sem conhecer o seu ramo, seus fornecedores, ou até mesmo quanto capital vão precisar para garantir o futuro do negócio, esses empresários estão colocando em risco o sucesso da sua empresa ao entrar “às cegas” em um ambiente de consumo.

Uma das ferramentas que pode ajudar a compreender as particularidades do mundo dos negócios a pesquisa de mercado. Ela possibilida o levantamento de questões importantes sobre o mercado e oferece uma visão mais ampla dos próximos passos que precisam ser dados para o desenvolvimento do negócio.

Para saber mais sobre este assunto, clique aqui.

Buscar novas possibilidades, adaptar-se as tendências do mundo do consumo é garantir espaço no mercado!

 

Como anda o seu comportamento empreendedor?

Outro ponto chave para uma gestão saudável e eficiente é o comportamento empreendedor. Possuir uma visão estratégica envolve a capacidade de analisar os processos de forma diferenciada, antecipando tendências e demandas e estabelecendo metas e objetivos a realidade do negócio.

Possuir uma empresa é assumir um compromisso pessoal e profissional, colaborando com os funcionários através de uma postura de liderança. Até por que um verdadeiro empreendedor não gerencia uma empresa de forma unilateral: saber ouvir e compreender a sua equipe é tão importante quanto conhecer o seu cliente.

Para saber mais especificamente sobre este tema importantíssimo, assista a nossa série de vídeos sobre características empreendedoras:

“O sucesso é a soma de pequenos esforços repetidos dia após dia” – Robert Collier

Você não precisa fazer parte das estatísticas

Apresentei a você um cenário que tende ao fracasso para a grande parte das empresas e motivos que as levam a essa situação. Lembra que eu disse que a regra é falir? Sim, é verdade, mas nós dois sabemos que você não precisa fazer parte das estatísticas.

Por isso, desenvolver uma visão crítica sobre os processos mercadológicos é importante. Mantenha-se atualizado, o ato de empreender é uma incessante procura por novas perspectivas e possibilidades, isso pode garantir a saúde do seu negócio.

Neste mês a Vindi está comemorando 5 anos no mercado! É com muito orgulho que podemos dizer que superamos aquela estatística do IBGE que apresentei no início da nossa conversa, mas o nosso trabalho não para por aqui, muito pelo contrário. Somos apaixonados pelo o que fazemos e por buscar sempre novos caminhos e olhares para o nosso negócio. Nos reinventar é o nosso negócio, esperamos que seja o seu também.

 

Facebook Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *